fbpx
sap@oftalmo.center +5517981900011 +551733637223

A catarata é definida como qualquer opacificação do cristalino que atrapalhe a entrada de luz nos olhos, acarretando diminuição da visão. As alterações podem levar desde pequenas distorções visuais até a cegueira.

Inúmeros fatores de risco podem provocar ou acelerar o aparecimento de catarata, incluindo medicamentos (esteroides), substâncias tóxicas (nicotina), doenças metabólicas (diabetes mellitus, galactosemia, hipocalcemia, hipertiroidismo, doenças renais), trauma, radiações (UV, Raio X e outras), doença ocular (alta miopia, uveíte, pseudoexfoliação), cirurgia intraocular prévia (fístula antiglaucomatosa, vitrectomia posterior), infecção durante a gravidez (toxoplasmose, rubéola) e fatores nutricionais (desnutrição).¹

Tipos de Catarata

Pode ser classificada em:

 

Tratamento da Catarata

O tratamento clínico, como prescrição de óculos, tem efeito transitório. A correção cirúrgica é a única opção para recuperação da capacidade visual do portador de catarata senil².

Com a cirurgia tradicional de catarata, chamada de facoemulsificação, o cirurgião cria uma pequena incisão no lado da córnea manualmente com uma lâmina de bisturi.

A facoemulsificação permite a retirada do cristalino através de uma incisão em torno de 3 mm, o que significa um trauma menor ao olho, uma recuperação mais rápida do paciente e uma visão melhor. Uma das principais vantagens desta técnica é que esta incisão não necessita de sutura, o que reduziu o aparecimento de astigmatismo nos olhos operados.

Com a cirurgia de catarata assistida por laser, um dispositivo de imagem de câmera / ultra-som é colocado ao longo do olho para mapear sua superfície e coletar informações sobre o cristalino. O dispositivo envia informações detalhadas para um computador que programa o laser para a localização exata, tamanho e profundidade das incisões. O cirurgião usa o laser para fazer a incisão da córnea e a abertura na cápsula da lente.

A energia do laser também pode ser usada para suavizar a catarata. Em seguida, a sonda de ultra-som utilizada na cirurgia de catarata tradicional é usada para quebrar a lente em pedaços e aspirá-los para fora do olho.

Lentes intraoculares

O implante de lentes especiais, conhecidas como lentes Premium podem tratar inúmeros problemas visuais, como a miopia, hipermetropia e o astigmatismo, e as lentes difrativas e refrativas permitem a visão tanto longe como perto, permitindo maior independência dos óculos após a cirurgia.

Fonte: CBO

 

Referências

1 – CBO. Catarata: Diagnóstico e tratamento. Projeto Diretrizes. Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina, 2003. Clique aqui para conhecer o projeto.
2 – Souza NV. Opacificações dos meios oculares. In: Rodrigues MLV, org. Oftalmologia para alunos de graduação em medicina. Legis Summa, Ribeirão Preto, 1992. p. 61-66.
3 – Organización Mundial de la Salud. Catarata. In: OMS. Estratégias para la prevención de la ceguera em los programas nacionales. 2ª ed. OMS, Genebra, 1997,p.71-77.